Auricchio e Alckmin debatem políticas públicas na Capital

 

O prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior (PSDB) se reuniu nesta segunda-feira (14/10) com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB). Na pauta do encontro, realizado no escritório de Alckmin, na Capital, estiveram temas relacionados a políticas públicas e Medicina (ambos são médicos).

“É uma grande alegria reencontrar o amigo e governador Geraldo Alckmin. Uma das principais lideranças do nosso partido, que agrega pelas boas práticas em políticas públicas. Por isso, estar ao seu lado é sempre um aprendizado, com conversas boas e arejadas”, afirmou Auricchio.

O ex-governador está em período sabático. Atualmente, dedica-se a lecionar, além de aperfeiçoar seus conhecimentos em acupuntura médica. Alckmin comandou o Estado por quatro mandatos. No terceiro deles, Auricchio atuou como secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude (2013 e 2014).

A sintonia de ambos é antiga e já rendeu grandes conquistas para a população de São Caetano. Em 2005, por exemplo, Auricchio e Alckmin inauguraram o piscinão do Ribeirão dos Meninos, responsável por amenizar significativamente as cheias nos bairros às margens da Avenida Guido Aliberti. Com 57 mil metros quadrados, o reservatório possui capacidade para armazenar 235 mil metros cúbicos de água.

No mesmo ano, a dupla, junto do então prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), viabilizou obra para reerguer acesso popularmente conhecido como Ponte Preta, que ligava as duas cidades e que havia desabado em 2002.

Casa Rossi realiza Mega Feirão com produtos com até 70% de desconto

 

Do dia 16 ao dia 23 de outubro, a Casa Rossi, tradicional rede de varejo de materiais de construção do ABC paulista, realiza a 1ª edição do seu Mega Feirão.

 

Durante o feirão, os clientes das quatro lojas da rede poderão encontrar mais de 2 mil produtos com até 70% de desconto. O objetivo é limpar os estoques, apresentar novos artigos para os consumidores e colaborar com a retomada do setor, que já vem apresentando números positivos nos últimos meses.

 

“Por conta do reaquecimento do setor e da quarta loja que inauguramos este ano, esperamos ter um crescimento de 12% nas vendas em relação ao ano passado e o Mega Feirão deve ajudar ainda mais”, conta Renan Rossi, sócio proprietário da Casa Rossi.

 

A Casa Rossi possui quatro unidades (duas em Santo André, uma em São Caetano do Sul e uma em São Bernardo do Campo), um total de 80 colaboradores, mais de 35 mil itens à venda e um estoque de cinco mil metros quadrados para garantir agilidade nas entregas.

 

Mais informações pelo site: www.casarossi.com.br e pelas redes sociais: https://www.facebook.com/casa.rossi/ e https://www.instagram.com/casa_rossi/.

 

Lojas:

Rua Leonardo Fioravanti, 130 - Jd.Las Vegas – Santo André

Tel.: (11) 4451-7950 / Whats: (11) 94030-4689

 Rua Nelly Pellegrino, 851 - Nova Gerty - São Caetano do Sul

Tel.: (11) 4231-9333 / Whats: (11) 94761-9350

Av. Luis Pequini, 1091 - Jd. Palermo – São Bernardo do Campo

Tel.: (11) 4129-0712 / Whats: (11) 94732-5965

Av. Dom Pedro I, 3555 - Vila América - Santo André

Tel.: (11) (11) 4319-2966 / Whats: (11) 94797-2447

Prefeitura de São Caetano lança Programa Remédio em Casa no

Bairro São José

A Prefeitura de São Caetano do Sul lançou sexta-feira (11/10) o Programa Remédio em Casa, no Bairro São José. A iniciativa visa dar mais conforto e facilitar a vida das pessoas, por meio da entrega domiciliar de medicamentos, sem a necessidade de o paciente se deslocar até as farmácias da rede municipal. O evento foi realizado no CISE (Centro Integrado de Saúde e Educação) da Terceira Idade João Nicolau Braido.

Neste primeiro momento, o Remédio em Casa atenderá cerca de 6 mil pacientes cadastrados no Programa Hiperdia (hipertensos e/ou diabéticos), que precisam de medicamentos de uso contínuo. A distribuição residencial já começou nos bairros Barcelona, Prosperidade e Boa Vista, e chegará a todos os demais, gradativamente, até o fim deste ano.

“Nosso trabalho é voltado para melhorar e facilitar a vida dos moradores. Fazemos isso também com a modernização do sistema de atenção farmacêutica. Com o Remédio em Casa, o paciente evita filas, recebe o medicamento no conforto do lar e tem a garantia do tratamento adequado. É mais saúde e qualidade de vida”, ressaltou o prefeito José Auricchio Júnior. A entrega domiciliar no São José começará nesta semana, atendendo cerca de 600 pessoas.

A ação chega ao bairro graças à revitalização da UBS (Unidade Básica de Saúde) Dolores Massei, que passou a contar com o prontuário eletrônico. O sistema permite identificar, além da data de entrega do medicamento, a quantidade enviada e por quanto tempo o paciente terá o remédio. Desta forma, quando estiver para acabar, o usuário receberá mais, sem a necessidade de solicitação.

“Além do conforto, este é um Programa muito importante para gerenciar o tratamento. Todos os pacientes receberão medicamentos na quantidade exata. Se faltarem, saberemos que tomou demais. Se sobrarem, que tomou menos do que deveria”, explicou a secretária municipal de Saúde, Regina Maura Zetone, ao recomendar que os beneficiados façam bom uso da estratégia. “É um privilégio o morador receber os seus remédios na porta de casa.”

As entregas são feitas por quatro motos identificadas do Programa. As caixas contêm remédios para 60 dias de tratamento – é necessária a reavaliação médica a cada seis meses.

Os pacientes com hipertensão arterial e/ou diabetes contemplados pelo Remédio em Casa e que precisam de outros medicamentos de uso contínuo (como os de controle do colesterol, por exemplo) também recebem estes itens em casa.

O Programa foi elogiado por Sônia Maria Fabiano, que recebeu os medicamentos do marido, Airton, diretamente das mãos do prefeito Auricchio. “É uma ação que ajuda muito. Às vezes, esquecemos o dia, ou está chovendo, ou não tem onde estacionar. São pequenas dificuldades, principalmente para os idosos ou para quem tem alguma dificuldade de locomoção, que agora acabaram.”

Governo de São Paulo autoriza contratação de mais de 2,2 mil agentes de organização escolar

Os profissionais serão chamados para iniciar atividades em mais de 1,2 mil escolas estaduais

O Governador João Doria autorizou nesta quinta-feira (10) a contratação de 2.290 agentes de organização escolar (AOEs) para atuarem em mais de 1,2 mil escolas estaduais. O despacho do Governador com a medida foi publicado na edição do Diário Oficial de hoje.

Serão convocados os candidatos remanescentes do concurso de Agente de Organização Escolar de 2018, obedecendo a ordem de classificação.

Os agentes serão chamados pela Secretaria Estadual da Educação para iniciar as atividades nas escolas estaduais que apresentam maior déficit desses profissionais em seus quadros, priorizando as escolas com menor nível socioeconômico, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). A convocação será feita pelas diretorias regionais de ensino.

Os contratos terão validade de doze meses. O salário inicial com o abono complementar é de R$ 1.200 mensais, além de auxílio transporte e alimentação.

Os contratados têm a responsabilidade de controlar a movimentação dos estudantes nas dependências da escola, auxiliar a manutenção da disciplina geral e contribuir com a gestão escolar na organização de atividades.

Foco da campanha contra sarampo é imunizar crianças de até 5 anos

Até dia 25, Secretaria da Saúde vai disponibilizar doses da vacina em todos os postos do Estado de São Paulo

 

Do Portal do Governo

 

A campanha de vacinação contra sarampo, iniciada na segunda-feira (7), segue em andamento com a finalidade de alcançar crianças ainda não imunizadas contra a doença. Até dia 25, as doses estarão disponíveis em todos os postos de vacinação do Estado de São Paulo. Nesta etapa, o público-alvo são crianças a partir de 6 meses e com menos de 5 anos.

 

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. O público-alvo da campanha deve ser levado aos postos de saúde, preferencialmente com a carteirinha de vacinação, para que um profissional verifique a necessidade de aplicação da dose. O calendário nacional de vacinação prevê a aplicação da tríplice aos 12 meses e também aos 15 meses para reforço da imunização com a tetraviral, que protege também contra varicela. Neste ano, os bebês com menos de 12 meses também devem receber a chamada “dose zero”, que não é contabilizada no calendário.

 

Há contraindicação para bebês com menos de 6 meses. A recomendação para os pais e responsáveis por crianças nessa faixa etária é evitar exposição a aglomerações, manter higienização adequada, ventilação adequada de ambientes, e sobretudo que procurem imediatamente um serviço de saúde diante de qualquer sintoma da doença, como manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite, manchas brancas na mucosa bucal. Somente um profissional de saúde poderá avaliar e dar as recomendações necessárias.

 

As salas de vacinação devem fazer triagem de crianças que tenham alergia à proteína lactoalbumina, presente no leite de vaca, para que estas recebam a dose feita sem esse componente. Para as crianças com alergia grave ao ovo, é recomendável procurar orientação médica, para que a Vigilância Municipal agende o atendimento em serviço apto a administrar da vacina em ambiente controlado e com condições de realizar o atendimento de anafilaxia (reação alérgica grave), caso necessário.

 

Outros públicos

 

Entre 18 e 30 de novembro, acontecerá a segunda fase da campanha, focada em jovens de 20 a 29 anos. Esse grupo poderá receber a dose da tríplice ou da dupla viral (sarampo e rubéola), conforme a indicação do profissional de saúde.

 

Os municípios devem ainda seguir realizando ações de bloqueio diante da notificação de casos da doença.

 

A vacina é contraindicada também para pessoas imunodeprimidas e gestantes. Pessoas nascidas antes de 1960, na sua maioria, já tiveram a doença na infância e possuem imunidade (proteção) por toda a vida, não necessitando ser vacinadas, conforme diretriz do Ministério da Saúde. As pessoas que tiverem dúvidas quanto à imunização adequada devem procurar um posto, com a carteira vacinal em mãos, para que um profissional de saúde verifique a necessidade de aplicação, que ocorrerá de forma “seletiva”, ou seja, apenas em quem tiver alguma pendência.

 

O Programa Estadual de Imunização prevê que crianças e adultos, com idade entre um ano a 29 anos, devem ter duas doses da vacina contra o sarampo no calendário. Acima desta faixa, até 59 anos, é preciso ter uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus, no passado.

 

Cenário epidemiológico

 

O Centro de Vigilância Epidemiológica estadual realiza monitoramento contínuo da circulação do vírus. Neste ano, até 9 de outubro, há 6.177 casos confirmados laboratorialmente. Considerando que o vírus já circula em todo o território paulista, conforme prevê no Guia de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, o Estado também confirma casos com base no critério clínico-epidemiológico (ou seja, com base em sintomas e avaliação médica), englobando outros 1.472 casos. Cerca de 57% do total de casos se concentram na capital.

 

Desde agosto, houve 12 mortes decorrentes de complicações pelo sarampo, incluindo três confirmadas nesta semana: uma bebê de dez meses, de Itapevi, sem vacina; um homem de 53 anos, de Santo André, e um menino de 1 ano, de Francisco Morato, ambos com condições de risco.

 

São consideradas pessoas com condição de risco os portadores de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e imunodeprimidos, que podem ficar mais vulneráveis à infecção e evolução com maior gravidade.

FALECE O LÍDER AUTONOMISTA

MÁRIO DAL’MAS

 

O GAMA – Grupo de Amigos do Movimento Autonomista lamenta informar o falecimento na madrugada desta quarta-feira (16/10) do Líder Autonomista Mário Dal'Mas, aos 96 anos de idade.

Nascido em 6 de setembro de 1923 em São Caetano do Sul e filho de Vitório Dal'Mas e Antonia Braido Dal'Mas, Mário foi um dos fundadores do Jornal de São Caetano e do Hospital São Caetano e Líder Autonomista em 1948. Também fundou a APAE de São Caetano, sendo seu primeiro presidente.

Formado em engenharia, participou da Fundação da Associação dos Engenheiros e Arquitetos do ABC. E também incentivou o teatro amador, onde participou da formação de dois grupos teatrais; “A Turma” e o “Grupo Labore de Teatro”. Membro da Academia de Letras da Grande São Paulo, ocupava a Cadeira nº 13, cujo patrono é Alberto Torres. Era autor dos livros: “São Caetano Sentimental” e “Teoria da Relatividade trocada em miúdos”.

Era Cidadão Emérito de São Caetano do Sul e atualmente integrava o GAMA (Grupo dos Amigos do Movimento Autonomista).

Auricchio inaugura Farmácia Central Municipal no Atende Fácil

 

O prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior, inaugurou na tarde de sexta-feira (11/10) a Farmácia Central Municipal Luiz Emiliani, no 1º andar do Atende Fácil (Rua Major Carlo Del Prete, 651, Centro). O novo equipamento representa mais um avanço da Prefeitura nas políticas públicas voltadas a facilitar o acesso dos moradores aos medicamentos. A unidade funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h.

Com a inauguração, a Farmácia Central Municipal deixa o Centro de Saúde Dr. Manoel Augusto Pirajá da Silva. O equipamento, localizado na esquina das avenidas Goiás e Senador Roberto Simonsen, dará lugar ao Atende Fácil Saúde, unidade moderna que reunirá Centro de Especialidades Médicas, Centro de Diagnósticos, Centro de Geriatria e a primeira farmácia pública 24h da cidade, que funcionará sete dias por semana. O projeto executivo já foi finalizado e as obras deverão começar em breve.

 

No 1º andar do Atende Fácil, a Farmácia Municipal Luiz Emiliani funcionará juntamente da Farmácia de Alto Custo do Estado, inaugurada pelo governador João Doria e pelo prefeito Auricchio no dia 2 de outubro. O espaço unificado visa dar mais conforto e agilidade aos moradores, que poderão retirar os medicamentos especializados e de atenção básica em um único local.

 

Auricchio destacou que ambas as farmácias irão para o Atende Fácil Saúde, após a conclusão das obras do equipamento, prevista para o segundo semestre de 2020. “Ações como esta, melhoram ainda mais a qualidade de vida do morador de São Caetano do Sul. A atenção básica se faz baseada no tripé do acesso a consultas, exames e ao bem farmacêutico, que é o que estamos reestruturando e ampliando de forma muito significativa desde 2018”, afirmou.

O chefe do Executivo informou sobre a conquista de R$ 250 mil para a compra de medicamentos, por meio de emenda parlamentar destinada à cidade pelo deputado estadual Thiago Auricchio. “Assistência farmacêutica é prioridade zero. Assim, garantimos o tratamento adequado a todos que precisam”, concluiu.

 

A secretária municipal de Saúde, Regina Maura Zetone, ressaltou os benefícios que o novo endereço da Farmácia Central Municipal traz à população. “Agora, é um espaço exclusivo para dispensação de medicamentos, sem dividir a atenção com atendimentos ambulatoriais, o que lhe confere um caráter especializado”, sintetizou, lembrando que os guichês e os totens são separados da Farmácia de Alto Custo.

 

A equipe da Farmácia Central Municipal é formada por 10 funcionários, entre farmacêuticos, técnicos de Farmácia e corpo administrativo. A unidade registra média de 16 mil atendimentos por mês, e a cesta de medicamentos da rede municipal é formada por 295 itens, disponibilizados gratuitamente aos moradores.

 

ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA

Esta é mais uma etapa concluída pela Prefeitura para facilitar o acesso do munícipe ao bem farmacêutico. O setor foi reorganizado com a inauguração do Centro de Distribuição e Logística Nicolao Constantino, no Bairro Prosperidade, em agosto de 2018.

Em abril deste ano, foi lançado o Guia de Medicamentos, um completo manual de assistência farmacêutica da Secretaria de Saúde, que relaciona os 295 itens que integram a cesta de medicamentos da Prefeitura, suas apresentações, princípios ativos e locais de entrega.

 

Em julho, a Prefeitura lançou o Programa Remédio em Casa, que visa dar mais conforto e facilitar a vida das pessoas por meio da entrega domiciliar de medicamentos, sem a necessidade de o paciente se deslocar até as farmácias da rede municipal. A iniciativa já está nos bairros Barcelona, Prosperidade, Boa Vista e São José. A expectativa é a de que o programa seja implantado em toda a cidade até o fim do ano, favorecendo cerca de 6 mil moradores cadastrados no Programa Hiperdia (hipertensos e/ou diabéticos), que precisam de medicamentos de uso contínuo.

 

E, no dia 2 de outubro, foi inaugurada a Farmácia de Alto Custo, facilitando a vida de mais de 4 mil pacientes de São Caetano, que não precisam mais se deslocar até o Hospital Estadual Mario Covas, em Santo André, para retirarem medicamentos especializados.

 

HOMENAGEM

A Farmácia Central Municipal recebeu o nome de Luiz Emiliani, o Luizinho da Farmácia, que por décadas foi proprietário de comércio na Rua Amazonas. Natural de Agudos, no interior do Estado, Luizinho foi um dos idealizadores do Rotary de São Caetano, dirigente da Aciscs (Associação Comercial e Industrial de São Caetano do Sul) e vereador por dois mandatos (de 1989 a 1992 e de 1997 a 2000), tendo presidido a Câmara no biênio 1999-2000. Morreu em 2018, aos 89 anos.

 

“Este é um momento muito especial, diferente de tudo o que já vivi. Esta homenagem simboliza o orgulho que tenho do meu pai e a gratidão que tenho pelo prefeito Auricchio”, afirmou Luiz Emiliani Júnior. “O Luizinho, como todos vocês conheciam, deixou legado de trabalho e espírito ajudador.”

 

SAÚDE DA FAMÍLIA

Por conta da construção do Atende Fácil Saúde, o atendimento da Estratégia Saúde da Família realizado no Centro de Saúde Dr. Manoel Augusto Pirajá da Silva passará para o Centro de Especialidades Médicas, que está atendendo no Hospital São Caetano (Rua Espírito Santo, 277). Os demais pacientes do Bairro Santo Antônio atendidos pela Estratégia Saúde da Família passam a ter como referência a UBS (Unidade Básica de Saúde) João Luiz Pasqual Bonaparte (Rua Maranhão, 611, Bairro Santa Paula). As mudanças valem a partir de quarta-feira (16/10).

 

Historiador da Pró-Memória lança livro sobre eleições em São Paulo no século 19

 

A Fundação Pró-Memória de São Caetano do Sul promove na próxima quinta-feira (17/10) às 18h no Espaço Cultural Casa de Vidro (Praça do Professor, altura da Avenida Goiás 1.111, Bairro Santa Paula) o lançamento do livro Deputados e delegados do poder monárquico: eleições e dinâmica política na província de São Paulo (1840-1850) (Editora Intermeios) de autoria do historiador da instituição Rodrigo Marzano Munari.

 

Fruto de dissertação de mestrado defendida na Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), a obra aborda temática que ainda oferece campo vasto às indagações dos historiadores, isto é, o problema das eleições e da legislação eleitoral no Brasil do século XIX, com ênfase na atuação eleitoral dos presidentes de província, figuras fundamentais do jogo político no Império brasileiro. O trabalho tem como recorte a província de São Paulo da década de 1840 – década de duas importantes reformas na legislação eleitoral –, cuja dinâmica político-partidária é minuciosamente analisada.

 

“Consagrado pela historiografia como o principal ator responsável pela vitória, não raro por meios escusos ou fraudulentos, do partido governista nos pleitos da época, o presidente provincial é apresentado no livro como parte integrante de um maquinário político provincial muito mais complexo e multifacetado”, explica Munari.

Durante a atividade, o livro será comercializado ao preço de R$20.

 

Autor

Rodrigo Marzano Munari é bacharel, licenciado e mestre em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). Dedica-se, principalmente, ao estudo da história política do Brasil Império, com ênfase nos seguintes temas: representação política; legislação eleitoral; eleições. Atualmente, é doutorando em História Social pela mesma universidade e colaborador da Fundação Pró-Memória onde atua na área de pesquisa.

MAIS DE 60 ANOS DE HISTÓRIA

 

 

LEITURA ONLINE

 

Confira todas as edições do Jornal de S. Caetano na íntegra! 

PUBLICIDADE

 

Confira nossa tabela de preços e reserve seu anúncio!

 

FALE CONOSCO!