Sedef realiza neste domingo ação para celebrar

Dia Internacional da Conscientização sobre o Autismo

 

A Sedef (Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida), de São Caetano do Sul, única secretaria do gênero no Grande ABC, realizará ação para celebrar o Dia Internacional da Conscientização sobre o Autismo. O evento acontece neste domingo (02/04), no Heliponto do Espaço Verde Chico Mendes, às 9h.

 

A ação será aberta à população e contará com atividades lúdicas e sensório motoras para as crianças, com técnicos especializados da USCA (Unidade de Saúde da Criança e Adolescente) e do CTNEN (Centro de Triagem Neonatal e Estimulação Neurossensorial) Dr. Tatuya Kawakami, ambos de São Caetano do Sul.

 

Cristiano de Freitas Gomes, secretário da Sedef, ressalta a importância da ação, que não visa apenas o estímulo das famílias e a inclusão de pessoas com autismo. “Mas, principalmente, a conscientização de toda a população para uma questão de extrema importância. Por isso, frisamos que não se trata apenas de um evento para pessoas com autismo, mas sim para todas as pessoas que queiram se engajar num assunto dos mais sérios”, explica o secretário.

 

“QUANDO VOCÊ AJUDA, AS PEÇAS SE ENCAIXAM”

A frase é da mãe do Rodrigo do Amaral Arantes, de 12 anos, morador do Bairro Barcelona e estudante do 6º ano, na EMEF 28 de Julho. Elisabete Santana do Amaral Arantes acompanhará o filho Rodrigo no evento deste domingo e tem como principal objetivo ajudar na conscientização das pessoas com relação a quem sofre com este distúrbio no desenvolvimento.

 

Dona Elisabete relembra que o filho Rodrigo teve problemas no parto e que, por isso, os problemas de comunicação que ele teve (começou a falar e a andar apenas depois dos 2 anos) só foram diagnosticados como autismo por volta dos 7 anos.

 

“Com o Rodrigo, o autismo afeta, principalmente, a comunicação. Mas, graças a Deus, ele teve um anjo da guarda que foi o César, que era um API (Auxiliar de Primeira Infância) na EMEI Antonio de Oliveira (Bairro Santa Maria). O César esteve com o Rodrigo por 5 anos e o ajudou muito, principalmente, na alfabetização e na socialização do Rodrigo com alunos e professores”, relembra, emocionada, a mãe do palmeirense Rodrigo. “Este é um detalhe que o Rodrigo começou a gostar do Palmeiras por causa do César (API). Tanto que a família toda é corintiana. Mas fico feliz por ele quando o Palmeiras ganha”, brinca dona Elisabete.

 

BALÉ DE CEGOS

A Escola Municipal de Bailado Laura Thomé, de São Caetano do Sul, realizará o Workshop Cia de Ballet de Cegos Fernanda Bianchini, neste sábado (1º/04), na própria Laura Thomé, que fica na Rua João Ramalho, 100, no Bairro Nova Gerty.

 

O workshop será para a capacitação de professores de balé de São Caetano para ministrarem aulas da dança para pessoas com deficiência.