Prefeitura de São Caetano do Sul promove encontro de escritores na Biblioteca Municipal Paul Harris

 

Em São Caetano do Sul, bibliotecas não são apenas espaços de encontro com livros. Periodicamente, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, promove encontros de escritores com o público leitor. No próximo sábado (15/12), a Biblioteca Paul Harris receberá a visita do escritor e poeta Kiyoshi Ikeda, que lançará seu novo livro: “Acrósticos IV”.

 

É uma oportunidade de troca de experiências e incentivo à leitura e difusão do livro. Também participarão do evento membros da Academia Popular de Letras, editores e jornalistas.

 

SERVIÇO

Encontro de Escritores

Data: 15 de dezembro (sábado), às 10h

Local: Biblioteca Municipal Paul Harris

Av. Dr. Augusto de Toledo, 255, Bairro Santa Paula, São Caetano do Sul (esquina com Av. Goiás)

Detran.SP orienta imigrantes e refugiados como tirar a CNH

Candidatos precisam ser habilitados no país de origem; no Estado de SP, portugueses lideram ‘ranking’ de estrangeiros com habilitação

 

Seja por estudo, trabalho, moradia ou situação humanitária. Só nos últimos cinco anos, 144,7 mil imigrantes e 2.694 refugiados registrados chegaram ao Estado de São Paulo, segundo a Polícia Federal. Por isso, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) orienta esses novos cidadãos como tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Brasil.

Com a habilitação brasileira, o estrangeiro tem os mesmos direitos e deveres dos brasileiros no que diz respeito ao trânsito. A validade da CNH pode ser de até cinco anos, dependendo do exame médico. Para motoristas acima de 65 anos, a validade máxima do documento é de três anos.

O primeiro passo é o proponente ter a habilitação do seu país de origem há mais de um ano e dentro do prazo de validade. Em seguida, ele pode agendar atendimento no Detran.SP e dar entrada no processo para obter a CNH brasileira.

O cidadão vai apresentar, além da habilitação com tradução juramentada, o Registro Nacional de Estrangeiro (original e cópia simples) ou outro qualquer documento equivalente (Cédula de Identidade de Estrangeiro, protocolo de refúgio, passaporte, carteira de trabalho ou documentos específicos concedidos por órgãos brasileiros).

Também deve levar o CPF, passaporte, comprovante de endereço em nome do motorista (emitido há três meses, no máximo) ou de terceiros (incluindo declaração), formulário Renach entregue pelo médico ou psicólogo, laudo de exame toxicológico (se categorias C, D e E) e o comprovante de pagamento da taxa do Detran.SP.

A tradução juramentada da carteira de habilitação é dispensável se o país de origem do pretendente é de língua portuguesa. Os exames médico, psicológico e prático também são dispensáveis para países que fazem parte da Convenção de Viena ou têm o princípio de reciprocidade com o Brasil.

Os valores do exame médico e taxas de avaliação psicológica e de transferência/emissão estão no site (www.detran.sp.gov.br), assim como todos os passos e demais orientações.

"O Estado de São Paulo atrai muitos estrangeiros. Por isso é importante divulgarmos essas informações para que eles tenham total acesso aos nossos serviços, como qualquer outro cidadão”, diz o diretor-presidente do Detran.SP, Maxwell Vieira.

Nacionalidades

Segundo levantamento do Detran.SP, 171.715 CNHs para estrangeiros estão em dia no Estado de São Paulo — isto é, o exame médico está dentro do prazo de validade.

No ranking das dez nacionalidades, os primeiros são os portugueses, seguidos por chineses, japoneses, bolivianos, italianos, espanhóis, argentinos, sul-coreanos, chilenos e alemães (veja números abaixo).

De acordo com os dados da Polícia Federal, nós últimos cinco anos em todo o país, foram 409.581 imigrantes e 4.525 refugiados com registro. A estimativa é de que 71 nacionalidades estejam representadas no Estado de São Paulo por seus cidadãos.

 

As 10 nacionalidades com mais CNH no Estado de São Paulo

1ª – Portugal (34.590)

2ª – China (16.660)

3ª – Japão (15.076)

4ª – Bolívia (11.201)

5ª – Itália (10.922)

6ª – Espanha (8.227)

7ª – Argentina (8.159)

8ª – Coreia do Sul (7.140)

9ª – Chile (6.464)

10ª – Alemanha (4.638)

 

Câncer de próstata: Medicina Nuclear pode identificar precocemente foco da doença e possíveis metástases

 

PET/CT com PSMA é um exame que diagnostica precocemente os focos de câncer antes das alterações anatômicas e permite tratamento assertivo que aumenta significativamente a sobrevida do paciente

 

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma), atinge 2 milhões de homens por ano no Brasil e é a segunda doença que mais mata os brasileiros. Com o intuito de conscientizar os homens sobre os cuidados com a próstata, acontece neste mês a Campanha Novembro Azul.

 

A tecnologia tem sido a grande aliada para a detecção precoce do câncer de próstata, bem como para a escolha do melhor tratamento, o que aumenta de forma considerável as chances de cura. A Medicina Nuclear é uma especialidade médica que utiliza pequenas quantidades de radiação tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento de diversas doenças, entre elas o Câncer de Próstata.

 

"A Medicina Nuclear conta com exames que "vêm" a extensão do câncer e localizam possíveis metástases, antes mesmo de elas provocarem alterações anatômicas ou grande alterações nos níveis de PSA", comenta a médica nuclear da DIMEN SP (www.dimen.com.br), Ana Luiza Campos.

 

Diagnóstico precoce

O exame chamado PET/CT com PSMA reúne o PET/CT (Tomografia por Emissão de Pósitrons e Tomografia Computadorizada) com o PSMA - um traçador ativado que é captado pelas células cancerígenas. Outros exames disponíveis são: o PET/CT com 18F-Fluoreto e a Cintilografia Óssea, realizados para diagnosticar possíveis metástases do câncer de próstata nos ossos.

 

"Estes exames têm sido uma ferramenta indispensável para avaliar o avanço inicial da doença, a resposta ao tratamento, investigar reincidências e validar o uso de algumas terapias", afirma a especialista.

 

Tratamento preciso

Além da esfera diagnóstica, a Medicina Nuclear também auxilia no tratamento do câncer de próstata, com medicações específicas para cada caso (metástases exclusivamente ósseas e metástases ósseas/viscerais/linfonodais).

 

“Estas medicações são infundidas via endovenosa em doses seriadas e já demonstraram aumento significativo na sobrevida dos pacientes com metástases do câncer de próstata”, afirma a médica nuclear.

 

 

 

Mercedes-Benz comunica recall de veículos modelo Família Axor

por problema no sistema de reservatório de ar

 

A Mercedes-Benz do Brasil convocou nesta quarta-feira (12/12), os proprietários dos veículos modelos Família Axor, fabricados entre fevereiro de 2011 e novembro de 2018, com números de chassis (não sequenciais) de 9BM958453BB813628 a 9BM958443JB112371, a agendarem junto a uma concessionária da marca, a partir de 17 de dezembro, a substituição do suporte do cilindro de ar.

 

No comunicado, a empresa informa ter constatado a possibilidade de o suporte do cilindro de ar, localizado no lado direito do veículo, logo após e inferior à cabina, apresentar trinca ou quebra oriunda de falha estrutural da peça originária. Este defeito pode gerar a quebra do suporte e, em situações extremas, o cilindro de ar pode vir a se desprender do veículo, o que aumenta o risco de acidentes e danos físicos e/ou materiais aos seus ocupantes e/ou terceiros.

 

Para agendamento e mais informações, a Mercedes disponibiliza o telefone 0800 970 9090 e o site www.mercedes-benz.com.br

 

O Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, orienta os consumidores sobre seus direitos: A empresa deverá apresentar os esclarecimentos que se fizerem necessários, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, inclusive com informações claras e precisas sobre os riscos para o consumidor.

 

O que diz a lei

 

O Código de Defesa do Consumidor (CDC), em seu artigo 10, estabelece que: “O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança.

 

§ 1º O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo, tiver conhecimento da periculosidade que apresentem, deverá comunicar o fato imediatamente às autoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários."

 

Outra questão importante, que deve ser observada pelos consumidores, refere-se a exigência do comprovante de que o serviço foi efetuado, documento que deverá ser conservado e repassado adiante, em caso de venda. Caso tenha sido comercializado mais de uma vez, o atual proprietário terá o mesmo direito ao reparo gratuito.

 

Conforme a Portaria Conjunta nº 69 de 15/12/2010, da Secretaria de Direito Econômico e do Diretor do Departamento Nacional de Trânsito, o veículo que não for reparado/inspecionado em até 12 meses, após o início da campanha de recall, terá a informação lançada no campo 'observações' do próximo CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) emitido pela autoridade de trânsito.

 

Os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito apontado poderão solicitar, por meio do Judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos.

 

A Fundação Procon-SP mantém, desde 2002, um banco de dados com informações sobre todas as campanhas de recalls realizadas no Brasil: http://sistemas.procon.sp.gov.br/recall/.

 

 

Lançamento da Entoada Nordestina de São Caetano terá banda Rastapé no Parque Chico Mendes

 

Nesta segunda-feira (17/12), o forró pé de serra irá ditar o ritmo do lançamento da Entoada Nordestina 2019, no Espaço Verde Chico Mendes (Avenida Fernando Simonsen, 566, Bairro Cerâmica), em São Caetano do Sul. A grande atração da noite será o show da banda Rastapé, a partir das 20h30. A entrada é gratuita.

 

As atividades terão início às 17h, com a discotecagem de Alexandre Miguel dos Reis, o “DJ Alê SKT”, do projeto “Forró do Chico Mendes – Nossa História”. O cerimonial que oficializa o lançamento da Entoada Nordestina será às 20h. Em seguida, a banda Rastapé sobe ao palco, trazendo ao público os grandes sucessos do grupo de forró universitário. Quem quiser ter uma palhinha do que a Rastapé reserva para o show, haverá passagem de som a partir das 16h.

 

NOVO FORMATO

Com realização da Prefeitura de São Caetano do Sul, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), os festejos da Entoada Nordestina acontecerão entre os dias 22 e 24 de março. “A comissão organizadora reposicionou a festividade no calendário de eventos do município vinculando a Entoada Nordestina ao dia de São José (19/03), padroeiro do Estado do Ceará, e ao dia em que é celebrado o nascimento de Padre Cícero, o ‘Padim Ciço’ (24/03)”, explica o secretário de Cultura, João Manoel da Costa Neto.

 

Segundo o titular da Secult, a festa também foi reformatada com o propósito de manter viva a memória da cultura tradicional nordestina, em um verdadeiro resgate às raízes da população formada por nordestinos e seus descendentes que vivem na cidade, que hoje supera 40% dos moradores de São Caetano do Sul.

 

RASTAPÉ

Além de hits como “Colo de Menina”, “Beijo Roubado” e “Um Anjo do Céu”, a banda traz no repertório clássicos de grandes nomes do forró, como Dominguinhos, Mestre Sivuca, Alceu Valença, Luiz Gonzaga e Zé Ramalho.

 

“É uma honra para nós participar do lançamento de um evento tão tradicional na cidade, como é a Entoada. É uma festa que acolhe as pessoas que apreciam não somente a cultura nordestina, mas a de seu País como um todo. Para quem não é nordestino, é uma ótima oportunidade para aprender um pouco sobre a nossa cultura”, diz Jorge Filho, vocalista do Rastapé.

 

A formação da banda Rastapé tem Seu Jorge (sanfona) e os filhos Tico (cordas e arranjo) e Jorge Filho (vocal). Atualmente, o conjunto soma mais de 20 milhões de visualizações no Youtube. Lançou recentemente um EP com quatro faixas, duas em parceria com Tato Cruz (Falamansa), que também assina a produção.

 

FORRÓ NO CHICO

O “Forró do Chico Mendes – Nossa História” é um projeto sociocultural cujo objetivo é fomentar e difundir o forró pé de serra. O “DJ Alê SKT” (Alexandre Miguel dos Reis) fará a abertura das atividades no parque com uma discotecagem especialmente selecionada para a ocasião. “Em nossos eventos, o forró dá o tom na festa. Somos influenciados por Luiz Gonzaga e por outros nomes importantes da cultura nordestina, como Dominguinhos e Jackson do Pandeiro. Nosso propósito está em promover a experiência cultural, carregada de socialização, civilidade, qualidade de vida, saúde física e mental”, comenta o DJ Alê.

 

Diabetes: educação e informação são fundamentais para conviver com a doença e evitar complicações

*Por Dr. Carlos Alberto M. Aita

A educação em diabetes visa orientar as pessoas portadoras da doença sobre como enfrentar os desafios e as eventuais dificuldades impostas. Para surtir efeitos, esse processo deve ser iniciado logo após o diagnóstico e mantido por toda a vida, passando por etapas que incluem a exposição ao conhecimento num momento inicial. Os resultados clínicos positivos serão uma consequência lógica dessa mudança, que pode ser denominada “cascata do conhecimento”.

Com frequência, o paciente mal informado e pouco motivado tende a encarar o diabetes como um castigo, principalmente quando é necessário tratamento com insulina. Assim, ao invés de aceitar o tratamento como uma opção salvadora para sua vida, acaba por achá-lo responsável direto por seus infortúnios. E fica a pergunta: alguém duvida que um programa bem estruturado de educação motivacional e adequada intervenção farmacológica poderiam aliviar grande parte desse desespero incontido?

A International Diabetes Federation (IDF) considera o diabetes uma condição “mortal” e estima que, em 2045, possa atingir até 629 milhões de pessoas no mundo. Atualmente, só no Brasil já são mais de 12 milhões de pacientes. O mau controle glicêmico é universal e se nada for feito para conter essa epidemia, a consequência será um impacto significativamente desastroso para o desenvolvimento econômico não só do Brasil, mas em todo o mundo.

O farmacêutico bem treinado é uma figura de fundamental importância na promoção da educação em diabetes. No atendimento ambulatorial, o contato do paciente com o farmacêutico é bem mais expressivo do que com qualquer outro membro da equipe de saúde. A literatura internacional apresenta vários estudos que comprovam a importância e a efetividade da atuação farmacêutica nas atividades de educação e controle do diabetes, tanto em nível hospitalar como em nível comunitário e ambulatorial. Entretanto, ainda é relativamente reduzido o número de profissionais envolvidos no processo.

Apesar de ser um excelente investimento em saúde pública, a educação em diabetes não recebe o devido apoio das estruturas privadas e oficiais de saúde. As empresas farmacêuticas podem e devem implementar ações educacionais de maneira ética e sem interferir no tratamento médico, disponibilizando uma estrutura de educadores especialmente treinados para tentar suprir, pelo menos parcialmente, a deficiência reinante nesse setor. Além disso, tais empresas também poderiam implementar estratégias de manutenção da adesão a produtos de uso crônico, por meio de programas de redução de custos de medicamentos especiais.

A união de esforços entre iniciativa privada e governamental é uma postura altamente desejável para promover a educação adequada em diabetes, tanto do ponto de vista da informação como da facilitação do acesso a medicamentos especiais de uso crônico. E só há benefícios, principalmente para os pacientes, que poderão ter à disposição informação e apoio para entender que é possível conviver com o diabetes e ter uma vida saudável.

 

*Carlos Alberto M. Aita, é médico patologista clínico e possui mais de 15 anos de experiência em pesquisas científicas. Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Santa Maria, com Residência Médica em Patologia Clínica no Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo, possui Mestrado em Imunologia no Instituto de Ciências Biomédicas da USP, Doutorado em Bioquímica e Pós-Doutorado no Instituto de Química da USP. Diretor de Comunicação e Marketing da SBPC/ML no biênio 2018-2019 e responsável técnico no Diagnósticos do Brasil

Banco Central mantém Selic em 6,5% diante das incertezas econômicas, avalia FecomercioSP
 
Segundo a Federação, as dúvidas só devem ser dissipadas quando o novo governo colocar de forma clara quais são suas propostas e diretrizes para 2019

 
O Banco Central (BC) manteve, mais uma vez, a Selic em 6,5%. A taxa está nesse patamar desde o fim do ciclo de quedas, em março. Essa medida está em consonância com as incertezas políticas, que só devem ser dissipadas quando o novo governo colocar de forma clara quais são as suas propostas e suas diretrizes para a Política Econômica em 2019, avalia a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).
 
Para a Federação, não há indícios de fortes pressões adicionais no curto prazo, tampouco necessidade de retomar o ciclo de alta de juros, visto que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou queda de 0,21%, em novembro. No entanto, entende que o Banco Central não quis  tomar uma decisão mais ousada nesta última reunião sob a administração atual.
 
Combinada com as expectativas de inflação (IPCA), a taxa de juros real deste ano pode fechar próxima ao patamar de 2% a 2,5%, relativamente baixa para os padrões brasileiros, mas que não geram riscos à meta de inflação por enquanto.
 
Diante de um início de recuperação econômica e ainda de incertezas no quadro para 2019, a Entidade acredita ser correta a postura cautelosa da autoridade monetária, que poderá ser mais ousada se o próximo governo passar da proposta de uma agenda reformista para a apresentação efetiva de projetos e a mesma obtiver boa aceitação do Congresso. Então, haverá a possibilidade de terminar o ano de 2019 com juros e inflações menores.

A FecomercioSP, que sempre apoiou todo o processo de redução de juros, espera que o País termine de fazer seu ajuste fiscal o mais rápido possível, permitindo não só a queda mais acentuada da taxa, como também impedindo que em 2019 o Brasil tenha de passar por outro ciclo de alta da Selic.

Sobre a FecomercioSP
A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 137 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista – e quase 10% do PIB brasileiro –, gerando em torno de 10 milhões de empregos.

Banco Central mantém Selic em 6,5% diante das incertezas econômicas, avalia FecomercioSP
 
Segundo a Federação, as dúvidas só devem ser dissipadas quando o novo governo colocar de forma clara quais são suas propostas e diretrizes para 2019

 
São Paulo, 12 de dezembro de 2018 – O Banco Central (BC) manteve, mais uma vez, a Selic em 6,5%. A taxa está nesse patamar desde o fim do ciclo de quedas, em março. Essa medida está em consonância com as incertezas políticas, que só devem ser dissipadas quando o novo governo colocar de forma clara quais são as suas propostas e suas diretrizes para a Política Econômica em 2019, avalia a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).
 
Para a Federação, não há indícios de fortes pressões adicionais no curto prazo, tampouco necessidade de retomar o ciclo de alta de juros, visto que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou queda de 0,21%, em novembro. No entanto, entende que o Banco Central não quis  tomar uma decisão mais ousada nesta última reunião sob a administração atual.
 
Combinada com as expectativas de inflação (IPCA), a taxa de juros real deste ano pode fechar próxima ao patamar de 2% a 2,5%, relativamente baixa para os padrões brasileiros, mas que não geram riscos à meta de inflação por enquanto.
 
Diante de um início de recuperação econômica e ainda de incertezas no quadro para 2019, a Entidade acredita ser correta a postura cautelosa da autoridade monetária, que poderá ser mais ousada se o próximo governo passar da proposta de uma agenda reformista para a apresentação efetiva de projetos e a mesma obtiver boa aceitação do Congresso. Então, haverá a possibilidade de terminar o ano de 2019 com juros e inflações menores.

A FecomercioSP, que sempre apoiou todo o processo de redução de juros, espera que o País termine de fazer seu ajuste fiscal o mais rápido possível, permitindo não só a queda mais acentuada da taxa, como também impedindo que em 2019 o Brasil tenha de passar por outro ciclo de alta da Selic.

Sobre a FecomercioSP
A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 137 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista – e quase 10% do PIB brasileiro –, gerando em torno de 10 milhões de empregos.

 

MAIS DE 60 ANOS DE HISTÓRIA

 

 

LEITURA ONLINE

 

Confira todas as edições do Jornal de S. Caetano na íntegra! 

PUBLICIDADE

 

Confira nossa tabela de preços e reserve seu anúncio!

 

FALE CONOSCO!