PROJETO INTERSETORIAL: SAÚDE, EDUCAÇÃO E SEDEF

 

São Caetano terá programa inédito sobre dificuldade de aprendizagem nas escolas

 

Várias vezes a dificuldade de aprendizagem dos alunos passa despercebida e, no fim, acaba se tornando um problema para a criança. Mas, com monitoramento e intervenção, muitas histórias podem mudar.

 

São Caetano do Sul firmou convênio nesta semana com as organizações Coruja Educação e ABCD Trust, que financiarão juntas o valor de R$ 2,6 milhões para realização de uma iniciativa inédita: o Programa de Resposta à Intervenção na Aprendizagem.

 

Segundo a representante da Coruja Educação, Mônica Weinstein, o município foi escolhido para receber o projeto piloto por oferecer “toda a estrutura de educação inclusiva e suporte educacional e em Saúde”. A Prefeitura acolheu o programa por meio de uma ação intersetorial entre as secretarias Sesaud (Saúde), Seeduc (Educação) e Sedef (Direitos da Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida).

 

O PROGRAMA
Ainda neste primeiro semestre, devem ser iniciadas ações que serão desenvolvidas durante três anos. Educadores serão capacitados e, num primeiro nível, todas as crianças do Ensino Fundamental I (até 5° ano) receberão as instruções. Após, os alunos com dificuldades receberão intervenções mais individualizadas.

 

“É fundamental a intervenção precoce, antes que a dificuldade se agrave”, afirma a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone. Já a responsável pela pasta da Educação, Janice Paulino César, disse conhecer a realidade dos problemas vivenciados nas salas de aula e que uma iniciativa dessa é importantíssima.

 

“Estamos retomando as parcerias com o ABCD Trust, com quem já realizamos projetos conjuntamente até 2012. Agora soma-se a Coruja Educação nesta que será a primeira de várias parcerias”, comenta o secretário do Sedef, Cristiano de Freitas Gomes.

 

O ABCD Trust tem como presidente Patrice de Camaret e esteve representado na reunião realizada na sede da Sesaud, nesta terça-feira (28/03), por Irene Negreiros e Juliana Amorina. A Coruja Educação tem como fundadora Marcela Bastos e foi representada por Mônica Weinstein. Também participaram, além dos três secretários municipais, Adriana Gomes da Fonseca, diretora municipal de Educação, e Adriana Pizzo Alves, do CTNEN.

 

Convênio Sedef, Sesaud e Seeduc_Easy-Resize.com.jpg

Foto: Letícia Teixeira/PMSCS

Legenda: Adriana Pizzo, Adriana Gomes, Irene Negreiros, Juliana Amorina, Regina Maura, Janice Paulino, Cristiano Gomes e Mônica Weinstein